Cálculo Renal Sintomas e Tratamentos e Solução

calculo-renal

Só quem já enfrentou os sintomas do cálculo renal sabe dizer o desconforto que eles podem causar. Também chamado de pedra nos rins, o cálculo renal afeta o sistema urinário.

O problema é provocado por pequenas pedras ou cálculos que se formam em qualquer lugar desse sistema. Quando elas ficam presas no canal urinário causam dor e até mesmo sangramento.

Mas, por que algumas pessoas desenvolvem cálculo renal? Os rins filtram o sangue por meio da retenção de água e de outros elementos como cálcio, oxalato e ácido úrico e produzem a urina. O acúmulo desses elementos forma os cristais que podem se avolumar, transformando-se em cálculos ou pedras que são expelidos pela urina. E esse processo pode provocar sintomas extremamente dolorosos.

solucao-para-calculo-renal

Tipos de cálculos renais

A maioria dos cálculos renais são formados por pedras de cálcio. Nesses casos, o cálcio presente no corpo se junta a outros elementos como oxalato ou fosfato. Eles representam 85% de todos os cálculos renais.

Um outro tipo menos comum de cálculo renal é o chamado estruvita ou cálculo infeccioso. Nesses casos, as causas são infecções urinárias.

Existe ainda a estruvita ou cálculo infeccioso, que é o tipo mais grave de cálculo renal, porem é muito mais raro.

Os cálculos podem ficar tão grandes que, posteriormente, são capazes de obstruir a via urinária. O estruvita pode, ainda, causar sérios danos renais.

Do mesmo modo que o infeccioso, o cálculo renal provocado por ácido úrico também é considerado pouco comum.

Ele tem associação com a gota, que é uma classe de artrite que é causada por acumulo de ácido úrico no sangue e causa inflamação nas articulações.

Da mesma forma, esse tipo de cálculo renal também está associado à quimioterapia.

Há, ainda, o cálculo renal denominado cistina, classificado como raro, que ocorre quando há um distúrbio no transporte de aminoácidos nos túbulos renais.

Principais sintomas cálculo renal

Durante a formação de um cálculo renal, é bastante comum não haver nenhum tipo de sintoma. Por isso os sintomas só costumam aparecer quando as pedras crescem e se movimentam pelos rins. Sendo assim, durante a eliminação das pedrinhas na urina, pela uretra, os sintomas se tornam extremamente dolorosos.

Se você suspeitar que está com cálculo renal, observe os seguintes sintomas:

  • Dor nos rins, que pode variar de intensidade;
  • Dor na parte inferior da lombar que pode migrar para a região abaixo dos rins, virilha e entre as coxas;
  • Urina turva, com sangue ou com mau cheiro;
  • Vontade de urinar mais do que o normal;
  • Indigestão, náuseas e vômitos;
  • Febre e calafrios quando o problema se agrava.

Diagnóstico do cálculo renal

Quando todos os sintomas indicam que o quadro é de cálculo renal, geralmente, o primeiro exame laboratorial solicitado pelo médico é o de urina. Por meio dele é possível analisar a acidez e a presença de cristais ou infecção.

A partir da confirmação da presença do cálculo renal, é preciso investigar o tipo e o local onde ele está estacionado. Para isso, o médico pode solicitar raio-x e ultrassonografia.

Quando o cálculo renal é do tipo ácido úrico, ele costuma ser constituído por uma massa transparente e, por isso, não aparece nesse exame. Para detectá-los é necessário fazer uma tomografia helicoidal.

Tratamento do cálculo renal

Os sintomas do cálculo renal podem ser tratados em casa.

Existe um mito de que deve-se consumir mais água enquanto estiver com crise de cálculo renal, porem líquidos em demasia irão gerar maior pressão da urina no rim e com isso aumentar a dor.

Existem vários medicamentos que são indicados para reduzir a dor como : analgésicos, anti-inflamatórios e antiespasmódicos. É recomendado ainda o repouso para a melhor recuperação do seu organismo.

Como eliminar as pedras nos rins

As formas mais comuns de eliminar os cálculos renais são a litotripsia (dissolução das pedras por ondas de choque), a cirurgia percutânea e a ureteroscopia.

Dessa forma, ocorre a fragmentação do cálculo renal, fazendo com que sua eliminação pela urina seja mais fácil.

Cirurgia de pedra nos rins

As cirurgias de pedras nos rins são indicadas nos casos em que os cálculos têm mais de 6 milímetros. No entanto, a recomendação do procedimento cirúrgico é feita quando todos as outras tentativas para expelir a pedra não deram certo ou quando o cálculo é muito grande.

Tipos de cirurgia

Cirurgia a laser

Em alguns casos, quando o cálculo renal é muito grande, os pacientes podem optar pela cirurgia a laser como a ureteroscopia.

Ela é uma solução para acabar com as pedras de 15 mm ou menos.

Nesse procedimento, é inserido um tubo da uretra até o rim com o objetivo de localizar a pedra.

Após localizar a pedra, é usado um laser para quebrar os cálculos em pedaços que poderão ser eliminados na urina.

Cirurgia com ondas de choque

Também chamada de nefrolitotripsia extracorpórea, essa cirurgia é usada para casos em que o cálculo mede de 6 a 15 milímetros.

O procedimento é feito com um aparelho que produz ondas de choque que irão quebrar a pedra para que ela seja eliminada com a urina.

Cirurgia com vídeo

A cirurgia por vídeo é chamada de Nefrolitotripsia percutâna.

Ela é usada sempre nos casos em que as pedras têm mais de 15 milímetros. Nesse procedimento é feito um corte na região lombar por onde é inserida uma agulha até o rim para permitir a entrada de um aparelho chamado nefroscópio, que remove o cálculo.

Riscos da cirurgia para pedra nos rins

  1. Lesão no rim e infecções;
  2. Cólicas renais;
  3. Sangramento na urina;
  4. Febre;
  5. Dor intensa;
  6. Dificuldade para urinar.

Cálculo renal: como prevenir

  1. Beba água ao longo do dia, isso ajuda também na hidratação de todo o seu corpo. É recomendado entre 2 e 3 litros por dia. Essa medida é essencial.
  2. Evite o excesso de alimentos que contenham proteínas e cálcio, isso evita especialmente cálculos formados por muito ácido úrico e cálcio;
  3. Caso sinta dores mais intensas nas costas ou abdômen consulte um médico para verificação, observe também se há vestígios de sangue na urina.

Dor nos rins

A dor nos rins é caracterizada por um desconforto na região lombar e pode ser confundida com problemas de coluna. No entanto, a dor nos rins costuma ser provocada por vários tipos de problemas:

  • Cálculo renal;
  • Infecção dos rins (pielonefrite);
  • Doença policística renal;
  • Hidronefrose (obstrução da passagem de urina, resultando em dilatação dos rins);
  • Trombose da veia renal;
  • Isquemia renal;
  • Câncer renal;
  • Trauma nos rins.

Os casos mais comuns de dor nos rins são provocados por cálculo renal, infecção renal e doença policística renal. Para cada tipo de problema a dor se manifesta de uma forma. Distinguir o tipo de dor pode dar a pista para o médico identificar a doença.

A dor nos rins provocada pelo cálculo renal, chamada de cólica renal, é conhecida por ser uma das piores dores que o ser humano possa sentir. Ela se manifesta na região lombar e vai piorando com o passar do tempo. É um tipo de dor que pode irradiar.

A infecção de rins causa, além da dor, outros sintomas como febre, calafrios e vômitos. O movimento da coluna, como sentar, andar, levantar, não interfere na dor.

Entretanto, se o rim do paciente for muito grande, ele ainda pode sobrecarregar os músculos da lombar, causando lombalgia.

Entre em contato pelo telefone (31) 3421-3489, pelo Whatsapp (31) 9 8808-0821 ou pelo email: universalfarmacia@gmail.com.br para saber mais.