Doxepina Referência, Similar e Manipulado serve para…

A Doxepina referência, formulação original, foi desenvolvida pela por Boehringer-Mannheim, do grupo Roche, possui o nome comercial de Aponal.

Além disso é conhecida por vários nomes como: Adapine, Adapin, Doxal (Orion), Deptran, Sinquan e Sinequan (Pfizer).

Existe também a Doxepina manipulada. Nesse caso são utilizados os mesmos componentes da fórmula.

Ela é fornecida com valor de venda menor, ou seja, você tem a mesma qualidade e ainda economiza na compra.

Doxepina serve para várias indicações médicas

Doxepina é um antidepressivo tricíclico, que frequentemente é usado pelos dermatologistas para tratar alguns problemas de pele como prurido, dermatite atópica, urticária e dermatose.

Isso é possível graças ao seu efeito anti-histamínico (antagonismo dos receptores H1 e H2 da histamina), provocando uma melhora em muitos tipos de alergia.

Caso onde é indicado o uso da Doxepina:

 · Síndromes depressivas isoladas ou associadas com ansiedade;

 · Psiconeurose;

· Distúrbios do sono;

· Psicopatias;

· Pruridos leves, síndromes pruriginosas;

· Urticária crônica recidiva.

Faça aqui o download da bula da Doxepina:
Doxepina bula

Doxepina efeitos colaterais:

  • sonolência
  • secura de mucosas
  • cefaleia
  • fadiga
  • vertigem
  • alterações emocionais
  • paladar alterado

Doxepina onde comprar:

A Farmácia Universal tem ótimos preços da Doxepina.

Na compra da Doxepina é obrigatória a apresentação da receita médica, já que se trata de um medicamento controlado.

Doxepina engorda?

A Doxepina não está na lista dos medicamentos que engordam. Essa é uma dúvida comum já que alguns antidepressivos aumentam o apetite.

A Doxepina serve para reações alérgicas?

A Doxepina se mostrou eficaz com pequenos pruridos e urticária crônica recidiva. É importante salientar que a indicação desse medicamento deve ser feita por um médico.

E sua utilização depende de receita médica, já que é um medicamento controlado.

Dose mais usual de Doxepina:

Adultos: via oral inicialmente 25 mg três vezes ao dia; pode-se aumentar, se necessário, até 50 mg três vezes ao dia.

Em pacientes deprimidos severamente, podem ser necessárias doses superiores a 300 mg/dia.

Idosos: como para adultos, com uma dose inicial que pode variar de 10 a 50 mg/dia.

Uso tópico: 5% em creme em 2 a 4 aplicações diárias por 7 dias.

Contraindicações da Doxepina:

Hipersensibilidade a este fármaco ou a alguma dibenzazepina, glaucoma de ângulo fechado, tendência à retenção urinária e durante a lactação.

Cuidados que você deve ter antes de administrar Doxepina:


Certifique-se de informar o médico se você tiver quaisquer outros problemas médicos, especialmente:

  • Transtorno bipolar;
  • Glaucoma;
  • Retenção urinária;
  • Problemas respiratórios;
  • Apneia do sono.

Evitar consumo de álcool, pois este pode potenciar o efeito depressor da Doxepina.

Use com cautela na doença hepática.

Outras situações que requerem cuidados especiais:

Gravidez: Todos os trimestres – Não há estudos adequados em mulheres. Em experiências animais ocorreram alguns efeitos colaterais no feto, mas o benefício do produto pode justificar o risco potencial durante a gravidez.

Aleitamento: recomenda-se não administrar durante a lactação.

Condução: recomenda-se não conduzir veículos nem utilizar máquinas perigosas durante o tratamento, devido à sonolência produzida pela Doxepina.

Interação da Doxepina com outros medicamentos:

Não administrar juntamente com fármacos inibidores a monoaminoxidase (IMAO), pois os efeitos de ambos os fármacos são exacerbados; os IMAO devem ser suspensos no mínimo 2 semanas antes o início do tratamento com Doxepina.

A cimetidina produz flutuações significativas nas concentrações séricas de Doxepina, e observam-se sintomas anticolinérgicos sérios associados com elevações dos níveis séricos de Doxepina.

Os fármacos que são metabolizados pelo sistema citocromo P-450, especificamente pela enzima P-450 IID6, tais como alguns antidepressivos tricíclicos, fenotiazínicos, inibidores seletivos da recaptura de serotonina e quinidina, por inibirem sua atividade, aumentam a concentração plasmática de Doxepina.

Neste caso, recomenda-se administrar doses menores de doxepina e do outro medicamento.

A Farmácia Universal vende esse medicamento somente com posse da receita medica. Esse é um post informativo.