Por que o Medicamento Fitoterapico é tão famoso?

medicamento-fitoterapico

O medicamento fitoterapico é aquele obtido, exclusivamente, a partir de plantas medicinais. Ele pode ser simples, quando usa como base apenas uma planta, ou composto, quando elaborado com mais de uma droga vegetal. O medicamento fitoterápico não é um remédio natural, como muitos pensam. Ele é industrializado e age partindo do mesmo princípio da alopatia, causando ação contrária aos sintomas de determinadas doenças.

Indice:

O medicamento fitoterápico é eficaz?

Orientações importantes para o uso de fitoterapicos

Precauções a serem tomadas com medicamento fitoterapico:

É um produto natural?

Os tipos de remédios fitoterápicos são as cápsulas, âmpolas e pó para dissolvimento na água.
O que os difere dos convencionais é o fato dos fitoterápicos usarem em seus princípios ativos apenas drogas naturais. Enquanto os demais alopáticos são feitos de diferentes fontes: sintéticas, animais e vegetais. Esse produto nunca deve ser usado sem prescrição médica porque pode causar problemas à saúde como qualquer outro fármaco consumido sem recomendação.

No medicamento fitoterapico a planta medicinal foi usada de maneira industrial para se extrair suas propriedades. Nesse processo, é possível dosar a quantidade certa, evitar contaminações e garantir um produto de qualidade. Os medicamentos fitoterápicos tem a qualidade muito controlada e obrigatóriamente precisam ter um registro na ANVISA.

O medicamento fitoterapico é eficaz?

alcachofra

Há quem duvide do poder de tratamento do medicamento fitoterapico. Mas isso se deve, justamente, aos mitos relacionados ao tema. Apesar de ter sua base ativa feita com drogas vegetais, essa origem não torna a ação do medicamento mais rápida ou lenta. O efeito no final do tratamento com esse medicamento depende do seu princípio ativo dessa forma não depende da origem onde foi extraído.  Depende, ainda, da dose recomendada, da interação medicamentosa, do tempo de evolução da doença, entre outros fatores.

Os resultados obtidos com remedios fitoterápicos são iguais ou até superiores aos efeitos dos remedios sintéticos. No entanto, com concentrações de princípios ativos geralmente maiores, os sintéticos podem causar mais efeitos colaterais. Mas, na maioria dos casos de doenças graves, haverá necessidade de prescrição do medicamento convencional e o fitoterápico entrará como complemento ao tratamento.

A fitoterapia é muito indicada para casos gastrointestinais. Também produz resultados eficientes como anti-inflamatórios e diuréticos. Existem várias plantas que foram amplamente reconhecidas, inclusive pela OMS (Organização Mundial de Saúde) como a alcachofra,o ginkgo,
o ginseng e a soja.

Orientações importantes para o uso de fitoterápicos

Assim como qualquer outro tipo e medicamento, os fitoterapicos, da mesma forma que os sintéticos, podem causar danos à saúde. Por isso, só devem ser usados por recomendação médica, Apesar de terem na sua base ativa plantas medicinais, essas são substâncias químicas presentes na natureza.

Outro cuidado que deve ser tomado é o de não associar um medicamento fitoterápico com medicamentos sintéticos. Os fitoterápicos têm compostos químicos ativos que podem interagir com outras drogas. Essa interação pode diminuir os efeitos da medicação ou provocar reações adversas.

O  fitoterápico só pode ser produzido por laboratórios autorizados. Esse produto deve ser adquirido em farmácias autorizadas pela Vigilância Sanitária. Na embalagem do produto deve haver a indicação do registro do Ministério da Saúde. Sem essas garantias, o medicamento comprado pode ser falsificado e causar sérios males ao organismo humano.

Precauções a serem tomadas com medicamento fitoterápico:

cuidados-medicamentos

  • Adquirir medicamento fitoterapico sempre em farmácias autorizadas pela Vigilância Sanitária;
  • Comprar medicamento fitoterapico sempre com a prescrição de um profissional da área de saúde;
  • Informar ao seu médico qualquer reação adversa durante o uso do produto;
  • A utilização exige maior atenção para as crianças, idosos e gestantes
  • Caso esteja realizando outros tratamentos não deixe de comunicar o
    seu medico quanto ao remedio fitoterápico utilizado;
  • Armazene em local fresco e livre dos raios solares;
  • Leia as instruções da bula do medicamento fitoterápico;
  • Verificar a data de validade do produto.

É um produto natural?

Muitas pessoas ainda confundem medicamento fitoterápico com remédio natural. Os fitoterápicos se derivam de plantas que têm eficácia reconhecida, há muitos anos, no tratamento de determinadas doenças. Por outro lado, os remédios naturais são retirados em sua forma bruta da natureza. Os medicamentos naturais ao contrario dos remedios fitoterápicos não tem comprovação científica. O conhecimento que envolve o uso de plantas em remédios medicinais vem da tradição popular. Além de apontar para que serve, a receita ensina a colher e a usar a planta para determinado tratamento.

Para ser usada em um medicamento fitoterápico, com fins medicinais, a planta precisa ser testada antes de ser usada na fabricação do medicamento, que é feito industrialmente. Os medicamentos fitoterápicos são muito seguros, passam por diversas etapas para ter a venda nas farmácias autorizada.

Ao contrário dos remédios naturais, o medicamento fitoterápico não está sujeito a contaminações graças ao processo de industrialização. As doses são bem analisadas e testes revelam quais as dosagens são mais adequadas para determinados tratamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *